La Luna - Parte IV


La Luna não tem forma – disse a velha – somente nas noites de lua cheia ela assume a forma humana, para fazer suas vitimas.

O que Carnius tem a ver com isso? Porque ela o teme?

Eu já fui seguidor de La Luna – respondeu Carnius – nem sempre tive essa forma. Fui entregue a ela como oferenda pela minha família. Ela tomou meu sangue e me serviu do dela, me dando força para que eu pudesse servi-la. Quando as famílias pararam de deixar suas crianças para ela, eu tinha que raptá-las. E isso se repetia ao longo dos anos, décadas, séculos. Já não estava suportando mais essa vida de servidão. Então aconteceu algo inesperado. Você! Você nasceu e foi ofertado, mas havia algo diferente em você. Então eu o resgatei da frente da caverna, e o levei de volta à sua família. Seu pai ficou contente, mas sua mãe não. Eu não conseguia entender, até agora. La Luna em vingança me colocou uma maldição, me transformou em cão e me condenou a ficar sempre na floresta, nunca sair dela senão morreria. Mas sempre fiquei olhando por você. Quando você ficava na mata nas noites de lua cheia e até adormecia, retornando para casa só no dia seguinte, minha presença afugentava qualquer animal que ousasse te perturbar. Eu sabia que tinha um propósito manter você vivo. Agora tenho certeza. Nós, você e eu podemos derrotar La Luna e acabar com essa série de maldições. Eu poderei voltar à forma humana e retomar meu destino.

Você disse séculos? Qual a sua idade?

Ah ah ah ah ah ah ah, eu tenho 351 anos.

E que história é essa de destino? Seu nome é Carnius mesmo ou você aceitou esse que eu inventei?

Você não inventou, eu sugeri em sua mente. Meu nome é Carnius Valerius e vim de família nobre, mas isso não vem ao caso, temos que salvar o seu irmão e deter sua mãe.

Antes – disse a velha – bebam isso.

Argh. O cheiro é horrível e o gosto é pior ainda. O que é?

Isso vai mudar a forma de seu rosto, dura algumas horas, e os efeitos devem começar daqui a pouco, será o suficiente pra que você possa entrar no povoado sem ser reconhecido. Você terá uma aparência mais velha, portanto haja como tal. Quanto a Carnius, vai permitir que ele saia da floresta e será um cão normal, mas só enquanto for dia, pois sua força vem da floresta.

E essa outra garrafinha?

Essa dará força em dobro para Carnius. Ele irá precisar. Mas deverá tomar somente quando for enfrentar La Luna e ela deve estar na forma humana.

Sabe onde posso encontrar meu irmão?

Na sua casa. Sua mãe o mantém á com a desculpa que a fera o quer matar.

Há uma outra forma de deter minha mãe sem matá-la?

Na verdade há, mas é muito perigoso.

Continua...

Espelho

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

O Assalto

Solidão

VINGANÇA DO CORAÇÃO